SITE DO PROFESSOR MORA
  
 
 
 
CURSO IN COMPANY
Gerenciamento de Projetos Estabelecendo Diferenciais Competitivos :

O objetivo é aprofundar nos conhecimentos de gerenciamento de projetos,apresentando e detalhando as áreas propostas pelo PMI,bem como outras práticas de mercado.Aborda também a construção de um plano de projeto,onde os participantes irão planejar um projeto fictício,englobando:escopo,cronograma, orçamentos, riscos,e atuando no detalhamento do processo de compras,comunicações e qualidade
.
 
contato@professormora.com.br
Imprimir esta páginaAcrescentar aos Favoritos
 
 
            

 
 
Alinhando a estratégia de TI à estratégia de negócios 
 
 
 

É perfeitamente visível e de extrema importância o uso da Tecnologia de Informação (TI) nos processos empresariais para que a mesma propicie maior agilidade e exatidão no processo decisório. Não existe uma métrica para mensurar o quanto a Tecnologia de Informação produz de valor para uma organização, pois cada sistema organizacional varia de um pra outro. Entretanto, sabe-se que a Tecnologia da Informação consegue produzir muitos benefícios para as organizações.

Para conseguir manter o padrão e um nível adequado, será importante estar sempre buscando novos conhecimentos e procedimentos viáveis que resultem resultados positivos e diferenciados.

Os cenários atuais estão exigindo que profissionais e empresas estejam preparados para a utilização das ferramentas e procedimentos impostos pela Tecnologia da Informação (TI). Isso requer uma preparação e busca constantes de conhecimentos e inovações, proporcionando assim confiança e credibilidade diante da competitividade do mercado.
 
 

 
 

Em suma, este assunto é amplo e apresenta certa complexidade.

Aplicar a Tecnologia da Informação é mais um dos vários caminhos que empreendedores têm empregado mundialmente para a obtenção de uma empresa mais produtiva e competitiva. Não existem muitos estudos propondo uma forma perfeita para avaliar com exatidão o quanto a Tecnologia da Informação pode agregar de valores. Mas certamente,entre outros fatores, as empresas que a aplicam corretamente têm obtido eficiência e rapidez na tomada de decisões, aumento da produtividade e principalmente da competitividade.

A Tecnologia da Informação apresenta-se hoje como ferramenta essencial para as empresas, permitindo agilidade, flexibilidade, confiança e credibilidade, para que decisões importantes e decisivas possam ser tomadas.

Conscientizar sobre a importância da utilização desta ferramenta e dos benefícios que esta traz para as empresas e profissionais,demonstra a busca por diferenciais e conhecimentos tecnológicos que agreguem resultados positivos às Organizações. 
 

 
 

Alinhamento estratégico de TI com a estratégia de negócios

 

1. Nível de liderança tecnológica
 
Cada organização deve definir sua postura tecnológica:
 
Líder: pioneiro de novas tecnologias, banca o desenvolvimento e integra novas tecnologias. Postura de alto custo e alto risco pois a implantação pode se mostrar impossível e o dinheiro investido não pode ser recuperado. Trás vantagens estratégicas.
 
Seguidor rápido: monitora os principais concorrentes e incorpora as tecnologias assim que estes o fazem. Redução modesta de custo e diminuição do risco. Limita-se a possibilidade de estar à frente da concorrência.
 
Seguidor lento: estratégia baixo custo e baixo risco, pois só se implanta o que esta consolidada. Dificilmente assumirá a dianteira sobre os concorrentes por meio da tecnologia, mas há a preocupação de se manter atualizado.
 
Não seguidor ou seguidor muito lento: as últimas a incorporar mudanças tecnológicas, o que diminui sua competitividade, fazendo-a perder terreno.
 

 

 Gráfico de postura:

 

- Os termos ‘rápido’ e ‘lento’ são relativos, pois dependem do setor que estamos tratando. Também pode mudar caso o contexto seja local ou global.

- Não há postura boa ou ruim, pois temos fatores limitantes nos investimentos. Também para determinados setores não há interesse de ser um ‘seguidor rápido’, devido ao público alvo da empresa, por exemplo. O que devemos ter sempre é a definição do que somos.

- Podemos também ter empresas com postura híbrida, aplicando diferentes tipos aos diversos segmentos do negócio.

- Adotar uma postura definida ajuda no processo decisório da empresa.

 

2. Relação entre TI e o negócio
 

Definir a estratégia tecnológica e então traçar a estratégia global, que alinha negócios e tecnologia.

 
Deve-se identificar qual o papel da TI na empresa:
 
Apoio administrativo: TI desempenha o papel de apoio administrativo a rotinas de controle que pouco influencia a produção e serviços prestados.
 
Suporte ao negócio: TI desempenha o papel de suporte ao negócio e esta ligada as operações da empresa. Já usa a TI no processo decisório.
 
Estruturação do negócio: TI é à base do negócio. Sem ela não é possível fazer a maior parte das atividades do dia-a-dia.
 

Fusão do negócio: TI é parte integrante do negócio, definindo e criando produtos e serviços.

Depois temos que alinhar o negócio com a tecnologia, o que cabe a diretoria e não à área de TI.
 
 
 
 

CENÁRIOS - TECNOLOGIA

 

ð  Que mudanças irão ocorrer nos nossos fornecedores e quanto isso poderá afetar o nosso negócio?
 
ð  Que mudanças deverão ocorrer no campo da Informática e quais seus prováveis Impactos sobre a nossa Empresa?
 
ð  Que mudanças deverão ocorrer no campo das telecomunicações e quanto isso poderá nos afetar internamente?
 

ð  Que transformações estão ocorrendo (ou irão ocorrer) no campo da organização dos processos de trabalho. Quanto isso irá nos afetar?

 
Copyright 2007-  HOSPEDAGEM e DESENVOLVIMENTO DE SITES -.Control Direct.